Parceria

OAB-ES assina convênio com TJES para atuar conjuntamente na digitalização de processos judiciais físicos.

  • A vice-presidente Anabela Galvão e o secretário-geral Alberto Nemer Neto estiveram no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), para uma reunião com o desembargador Fabio Clem de Oliveira



Nesta segunda-feira (06/06), representando a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Espírito Santo (OAB-ES), a vice-presidente Anabela Galvão e o secretário-geral Alberto Nemer Neto estiveram no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), para uma reunião com o desembargador Fabio Clem de Oliveira.

Na ocasião, foi assinado um convênio entre o TJES, a Ordem e a Caixa de Assistência dos Advogados do Estado (CAAES) com o objetivo de atuarem conjuntamente na digitalização de processos judiciais físicos.

Estavam presentes, além de Anabela Galvão, o desembargador Pedro Valls Feu Rosa, presidente do comitê gestor de tecnologia da informação e comunicação do TJES, bem como Ben-Hur Farina, entre outros representantes dessas instituições.

Um convênio foi assinado para atuarem conjuntamente na digitalização de processos físicos

Anabela Galvão lembrou que o presidente da Ordem, Rizk Filho, sempre esteve empenhado na digitalização dos processos junto ao TJES e destacou a dificuldade que os advogados enfrentaram para ter acesso aos processos físicos durante a pandemia da Covid-19.

A vice-presidente Anabela Galvão destacou o emprenho do presidente da Ordem, Rizk Filho, neste projeto junto ao TJES

O secretário-geral da OAB-ES, Alberto Nemer Neto, completou garantindo que a digitalização dos processos vai democratizar o acesso à justiça.

Já para o presidente da CAAES, Ben-Hur Farina,
a reunião é um marco para a advocacia do Estado. “Digitalizar os processos judiciários ajudará a manter a saúde física e mental da advocacia, pois possibilitará o acesso e consulta a processos de todo o Estado com mais facilidade”.

O documento

De acordo com o documento, caberá às instituições conveniadas prestar, conforme entenderem possível, apoio técnico e de recursos humanos a fim de incrementar o processo de digitalização e o cadastramento do PJe nas unidades do Poder Judiciário.

A Justiça estadual, por sua vez, compartilhará as informações relativas ao processo de digitalização e cadastramento em suas unidades, bem como fornecerá o treinamento adequado para a execução do serviço.

O presidente do TJES agradeceu aos advogados pelo apoio e à equipe do desembargador Pedro Valls Feu Rosa pelo empenho.

“Essas parcerias que temos conseguido são fundamentais e estou extremamente agradecido. Só assim vamos sair dessa incômoda posição em que nos encontramos. Também quero agradecer ao desembargador Pedro Valls Feu Rosa e a toda equipe da STI, que está mais do que empenhada, está entusiasmada com esse trabalho. Esse é um processo irreversível!”, destacou o desembargador Fabio Clem de Oliveira.

Macrodesafios:

Fortalecimento da estratégia nacional de TIC e proteção de dados

Aperfeiçoamento da gestão administrativa e da governança judiciária

Fortalecimento da relação institucional do Judiciário com a Sociedade

Fonte: com informações do TJES
keyboard_arrow_up