Conquista histórica

Conselho Federal acata pedido da OAB-ES e vai liberar recursos para compra de terreno de nova sede da Seccional



Após meses de conversas e reuniões em Brasília, a OAB-ES vem dar uma notícia histórica para a advocacia capixaba: o Conselho Federal aprovou a liberação de recursos para a compra do terreno da nova sede da Seccional. Ao tomar a decisão, a OAB Nacional reconheceu que o atual espaço da OAB-ES é um dos piores do país.
As negociações foram conduzidas pelo presidente José Carlos Rizk Filho e pelos conselheiros federais da OAB-ES, com participação direta da integrante do FIDA, conselheira Luciana Mattar.
Na nova casa, com auditório mais amplo, escritórios coletivos e mais vagas de estacionamento, a Ordem pretende abraçar ainda mais a advocacia, aperfeiçoando os serviços e incentivando a presença de advogados e advogadas nas comissões e nos debates. O local da nova sede está em definição. A notícia será dada em breve.
O presidente Rizk agradeceu o apoio da OAB Nacional e do presidente Felipe Santa Cruz e ressaltou que a nova sede é a realização de um antigo sonho da advocacia capixaba. "Foram meses de conversas e reuniões com a OAB Nacional, com a ajuda do nosso Conselho Federal e de nossa Diretoria, e agora podemos dar essa notícia maravilhosa, que me enche de emoção e alegria. A Ordem Nacional já havia observado as dificuldades do espaço da atual sede na Seccional. Agora vamos trabalhar para concretizar nosso sonho", declarou.
Outro ponto destacado pelo presidente é que o projeto de construção da nova sede da Seccional ganha o seu primeiro passo após várias obras de reforma, ampliação e construção pelo interior do Estado. "Em menos de dois anos, conseguimos recuperar um atraso histórico na modernização dos espaços da OAB pelo interior do Estado. Oito cidades já receberam obras, e há outras em andamento, como Guarapari e São Mateus. Trabalhamos com afinco e agilidade em prol da advocacia de todo o Estado", ressaltou. 
keyboard_arrow_up