sistema prisional

Representantes de prerrogativas da OAB-ES obtêm respostas positivas do Secretário de Justiça  

A pedido do presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, o secretário de Estado de Justiça (Sejus), Luiz Carlos Cruz, recebeu os representantes de prerrogativas da Ordem nesta quinta-feira (07) para tratar sobre a carência de Sala de estado maior, o atraso na retirada de presos para atendimento de advogado e o sobre o tratamento adequado aos advogados pelas autoridades.

Na oportunidade, o Diretor de Direitos e Prerrogativas da Seccional, Eduardo Santos Sarlo, e o membro da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Glauco Barbosa dos Reis, apresentaram as demandas da advocacia e obtiveram uma resposta positiva do secretário.

Segundo Eduardo Sarlo, “o secretário se propôs a tentar diminuir o tempo de espera do advogado para conversar com seu cliente preso e ainda indicou que vai atuar para resolver o problema da custódia do advogado que está preso em regime cautelar. Como hoje não existe uma sala de Estado Maior, o advogado fica custodiado ou em presídio militar ou, em ocasiões, em presídio comum. Então, ele se dispôs a tentar construir uma unidade separada que possua todos os itens básicos de segurança e que seja um local salubre.”

Ao longo da conversa o secretário afirmou ainda que pretende caminhar de mãos dadas com a advocacia e que a OAB-ES vai contribuir para coibir eventuais abusos de autoridade.

“A Ordem hoje quer dialogar com as autoridades e evitar problemas”, completou Sarlo.

 

keyboard_arrow_up