OAB-ES inicia testes para o programa Anuidade Zero

O presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, e o coordenador de Comissões da Ordem, Alberto Nemer.
O presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, e o coordenador de Comissões da Ordem, Alberto Nemer.


A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Espírito Santo (OAB-ES) inicia, nesta sexta-feira (10), testes para o Programa Anuidade Zero, que é um programa de fidelização para advogados inscritos na Ordem.

Os participantes ao realizarem compras nos diversos estabelecimentos conveniados terão um cashback, e no final de cada ano, os valores acumulados serão abatidos da anuidade, ou o advogado poderá, até mesmo ter o valor devolvido.

O presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, comemora o fato de poder lançar esse importante projeto com apenas 5 meses de gestão. "Algumas pessoas não acreditavam nesse programa, mas ele já rodava muito bem em outros Estados e há pouco tempo foi incluído nos planos da OAB Nacional. Conseguimos acelerar sua implantação no Espírito Santo e, se tudo der certo, os advogados já poderão ter desconto na anuidade do ano que vem", declarou o presidente.

“O programa Anuidade Zero que desenvolvemos é inovador. É um sistema diferente do que já existe e vai ser efetivamente um cashback, ou seja, os advogados terão, dos estabelecimentos conveniados, um retorno de um percentual do valor gasto para abater da sua anuidade. Por exemplo, no restaurante onde será feito o primeiro teste, o retorno ao advogado será de aproximadamente 10% do consumo (cashback). Se o consumo for de R$ 60,00, ele terá R$ 6,00 na conta dele da anuidade zero. Ao final do ano, o valor total acumulado será abatido da anuidade dele”, destacou o Coordenador de Comissões da OAB-ES, Alberto Nemer.

Atualmente são três estabelecimentos conveniados: o Café Bamboo, Spaghetti & Cia e Empório Árabe. Segundo Nemer, há diversos outros em andamento para fechar a parceria, mas alguns testes ainda precisam ser feitos para ajustar o programa. A perspectiva é de que daqui a dois meses o programa estará em pleno funcionamento.

A Ordem está negociando com estabelecimentos de vários segmentos, como cursos de pós-graduação, redes de farmácia, postos de gasolina, academias, lojas de suplementos, entre outros. E dentro na página do Anuidade Zero será criado um link para quem quiser ser parceiro do Programa.

“Sabemos que a anuidade é um valor expressivo e, conseguindo fechar fornecedores para que os advogados possam receber cashback de onde já estão habituados a consumir, não tenho dúvida que teremos advogados recebendo um cheque da OAB de volta. Além de ter pago a sua anuidade, ele vai receber de volta o valor acumulado”, afirmou Nemer.

Para utilizar o programa, o advogado deverá fazer um cadastro no site http://anuidadezero.oabes.org.br/ e apresentar a carteira da Ordem nos estabelecimentos conveniados.

Anuidade Zero no cenário nacional

O Conselho Federal da OAB assinou um contrato de assessoria e auditoria com a empresa Deloitte, para a implementação do Programa Anuidade Zero. A iniciativa será estendida para o restante do país, permitindo a participação de mais de um milhão de advogados no serviço de pagamento com bonificação. A expectativa é de que a ação já esteja em funcionamento em um prazo de 90 dias.

A decisão de ampliar o Anuidade Zero para todo o país partiu do Conselho Federal da Ordem, diante do sucesso já reconhecido em alguns Estados e da necessidade de apresentar ferramentas práticas para que os advogados enfrentem os percalços econômicos que o momento exige.

O programa Anuidade Zero já existe nos estados de Pernambuco, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. O programa em Pernambuco, que foi pioneiro no Brasil, atualmente, conta com 72 parceiros de 11 segmentos.
keyboard_arrow_up