Advocacia Capixaba

OAB-ES consegue medida protetiva para advogada no Sul do Estado



Em uma decisão inédita, a OAB-ES, por meio Comissão de Prerrogativas, conseguiu uma medida de afastamento para uma advogada que atua no município de Iúna na última quinta-feira (10/12).

Ela solicitou atendimento da Comissão de Prerrogativas visto que estava sendo impedida de exercer sua profissão e foi prontamente atendida pela Ordem.

“Em novembro deste ano, atentado ao exercício da advocacia, o requerido, parte contrária num processo cível que atuo, tentou me intimidar através de ameaças após agredir fisicamente e psicologicamente meus clientes. No entanto, não sou advogada para me calar diante da injustiça! Assim, contatei a Comissão de Prerrogativas da minha Subseção, que prontamente acolheu meu caso e não mediu esforços para angariar todos os auxílios possíveis dentro da OAB/ES. Logo a Comissão de Prerrogativas Estadual me contatou, além do atual Presidente da Seccional, Dr. José Carlos Rizk Filho, por ligação telefônica se colocar à disposição. Apesar do cenário caótico e medonho que é ser ameaçada por exercer com ética a profissão escolhida, ter o apoio e acolhimento da OAB-ES fez toda a diferença para que eu, como mulher, jovem advogada, conseguisse seguir em frente, não me calasse e pudesse ser exemplo de força e luta a outras (os) colegas de profissão que talvez já vivenciaram ou venham vivenciar situação semelhante”, relatou a advogada atendida.
keyboard_arrow_up