Jovem Advocacia

Jovens advogados e advogadas participam de bate-papo sobre “Mentalidade Empreendedora para Advogados”

Natálya Assunção, presidente da CEAIC, acompanhada do palestrante Bruno Oliveira e de toda a jovem advocacia que participou do bate-papo.
Natálya Assunção, presidente da CEAIC, acompanhada do palestrante Bruno Oliveira e de toda a jovem advocacia que participou do bate-papo.

“Antigamente, só de dizer que era um advogado já lhe trazia certo status. Com o tempo, o mercado foi ficando cada vez mais competitivo e o advogado teve que escolher um seguimento para se destacar. Mas isto, também, já ficou saturado e o advogado só vai se dar conta disto quando entrar no mercado de trabalho e abrir seu próprio escritório. Neste momento, ele vai perceber que também precisa de habilidades e competências que não aprendeu na faculdade. Sendo assim, é necessário diferenciar-se neste mercado competitivo. E como fazer isto? ”

Com este argumento, o palestrante Brunno Oliveira que é mentor de empreendedores, master coach, teólogo e especialista em marketing digital iniciou o bate papo sobre “Mentalidade Empreendedora para Advogados”, que aconteceu no plenário da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Espírito Santo (OAB-ES), na noite desta quinta-feira (5). 

A palestra faz parte do projeto Conversando Com promovido pela Comissão Estadual da Advocacia em Início de Carreira (CEAIC).  E para responder à própria pergunta, feita na abertura, Bruno Oliveira falou para a jovem advocacia sobre a necessidade de se ter “uma mentalidade TOP que ele definiu como a mentalidade que é Transformadora, Otimizada e Poderosa", e explicou que para isto, “o advogado deve tornar-se um empreendedor jurídico que busca ser multidisciplinar e que seja capaz de trabalhar com o que tem, dentro das suas possibilidades, mas procurando otimizar sempre.”

Ou seja, uma das formas de se ter bons resultados na atualidade, segundo ele, é utilizando a internet para mostrar o tamanho do seu domínio dentro do seu nicho de mercado. O palestrante ressaltou que “hoje em dia, o cliente está na internet e é lá que clientes e advogados vão se encontrar. E para que isso tenha sentido é necessário que o advogado já tenha descoberto seu propósito de vida, e que este propósito esteja muito além de uma parcela do mercado.”

A mentalidade empreendedora, como ele registrou, é fundamental e exige que o advogado ajuste seu planejamento para prosperar e que se ele não empreender ficará perdido. E concluiu para um auditório lotado de participantes: “O advogado moderno pode optar entre duas escolhas: ter um diploma pendurado na sua sala, ou mudar sua mentalidade e entender que se não empreender ficará perdido neste mundo globalizado.”

Para Natálya Assunção, presidente da CEAIC, foi uma enorme satisfação ver o plenário lotado. Para ela “é sempre importante trazermos temas que fujam à matéria jurídica em si, mas que agreguem aos temas jurídicos para a capacitação da advocacia. Hoje em dia, o advogado e a advogada precisam ser multifacetários, precisam entender que para ter destaque profissional é preciso ter o domínio de assuntos diferenciados, que não sejam apenas do direito. E mais, ter a mentalidade empreendedora hoje, no mundo em que vivemos, é importante, quer seja no mundo virtual ou fora dele. Isto só virá a somar na sua vida profissional agregando alternativas diferenciadas e até a possível conquista de novos clientes”, enfatizou Natálya Assunção.

 Conversando com


O projeto “CONVERSANDO COM” surgiu para prestar auxílio aos advogados em início de carreira, mas sem adotar uma roupagem de palestra. São convidados profissionais do meio jurídico e de outras áreas com intuito de expandir o conhecimento.  Pelo site e pelas redes sociais da OAB-ES você pode acompanhar a programação dos bate-papos programados, fazer sua inscrição e participar. 

 

 

 

Galeria de Fotos

keyboard_arrow_up