Ciclo de Palestras

Criminalista fala sobre os desafios do advogado nos tempos atuais no último dia de palestras da Semana da Advocacia



No segundo dia do ciclo de palestras da Semana da Advocacia, realizado na última sexta-feira (09), os participantes puderam debater sobre diversos assuntos relacionados aos avanços tecnológicos no Direito e as perspectivas para o futuro. Um dos destaques foi a palestra do advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro (Kakay), que falou sobre os “Desafios do advogado em tempos difíceis”.

“Fico feliz quando vejo palestrantes citando que, para enfrentar o mundo, precisamos ter uma boa formação humanista. Eu me lembro que tive a sorte de advogar com o ministro Evandro Lins, e um dia perguntei o que deveria sugerir que a estagiária lesse. Ele disse: leia os clássicos, leia poesia, romances, jornais. Se sobrar tempo, leia Direito. Isso é uma coisa que eu carrego a vida inteira. Porque é uma necessidade, sem dúvida, de termos uma formação humanista até para enfrentar os momentos como os que estamos passando”, analisou Kakay.

Durante a palestra, ele avaliou também o cenário econômico e político do Brasil. Destacou o valor da Operação Lava Jato para desnudar "uma corrupção capilarizada que ninguém poderia imaginar", mas criticou os excessos da mesma operação. "Não admitio a dicotomia que fizeram com o Brasil. Colocaram a seguinte situação: aquele que aponta os excessos é contra o combate à corrupção. Ninguém é contra o enfrentamento a corrupção, se for uma pessoa de bem", frisou.



Os participantes também puderam ouvir as análises dos palestrantes Adolfo Braga Neto, que falou sobre Advogados e a Mediação a partir da Lei 13.140/15; Marco Aurélio Serau Junior sobre Aspectos atuais da Previdência Social; Carolina Uzeda sobre Interesse Recursal; O Futuro da Advocacia Desportiva e a profissionalização do esporte com Felipe Ezabella; Acesso à Justiça e Reforma Trabalhista: modernização ou retrocesso? com a análise de Carlos Henrique Bezerra Leite; A sensibilidade como habilidade na advocacia familiarista, na visão de Melissa Veiga; Ética, tecnologia e advocacia, com o Conselheiro Federal Luiz Cláudio Allemand; Integridade em tempos que se desintegram: como a advocacia pode investir no maior ativo do futuro, com Jovacy Peter Filho; e o encerramento do evento com a ministra do STJ, Nancy Andrighi, que falou sobre Judiciário: Manter-se humano na Era Digital.
keyboard_arrow_up