Palestra

Comissão de Mediação e Arbitragem discute "CEJUSC's - Estrutura e Funcionalidade"

A advogada colaborativa Márcia Monteiro falou sobre o tema no plenário da OAB
A advogada colaborativa Márcia Monteiro falou sobre o tema no plenário da OAB


A Comissão de Mediação e Arbitragem da OAB/ES se reuniu ontem (13/06) no Plenário da Sede Seccional para a palestra da mediadora e advogada colaborativa Márcia Monteiro, com o tema “CEJUSC´s – Estrutura e Funcionalidade”.
Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC´s), cujo arquétipo está previsto na Resolução 125 do CNJ, de 29/11/2010, são unidades responsáveis pela gestão de sessões de conciliação e mediação no âmbito do Poder Judiciário, conduzidas por conciliadores e mediadores capacitados, com objetivo de promover a resolução adequada dos conflitos, incentivando a autocomposição das partes.
“O sucesso de todo o processo de autocomposição passa, fundamentalmente, pela atuação do advogado. É do advogado a responsabilidade de identificar o método indicado para solução adequada daquele conflito que lhe foi demandado e, a partir daí, direcionar as partes para a conciliação, a mediação ou até mesmo para arbitragem”, aponta a palestrante.
Para o Presidente da Comissão, Sandro Câmara, “os chamados métodos adequados de solução de conflitos, longe de serem limitadores da atuação do advogado, são, em verdade, novas ferramentas que ampliam as possibilidades para a profissão. Daí a importância de que estejam os advogados preparados e capacitados para as atuais perspectivas do processo e da solução dos conflitos.”
keyboard_arrow_up