Congelamento de valor

Anuidade de advogados não terá reajuste no Estado em 2020



A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Espírito Santo (OAB-ES) não reajustará a anuidade dos advogados em 2020. A proposta da Diretoria da Ordem, de congelamento dos valores, foi discutida na reunião do Conselho Seccional, na manhã desta sexta-feira (29/11).O texto foi aprovado por unanimidade. Mais de 22 mil advogados serão beneficiados no Estado com a decisão.

O presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, adiantou que a medida só é possível devido ao reequilíbrio das contas da entidade, inciado em janeiro desde ano. "Encontramos um caixa com apenas R$ 126 mil e vamos terminar o ano com aproximadamente 10 vezes esse valor. Foi um ano duro, de economia, mas agora podemos dividir com toda a advocacia o resultado desse trabalho", ressaltou.

Os valores da anuidade variam de R$ 548,34, para advogados em início de carreira, a R$ 843,60, para advogados com mais de 5 anos de profissão. Rizk salientou que em 2020 a Ordem deixará de imprimir os carnês da anuidade, o que também provocará um importante corte de gastos. Os boletos estarão disponíveis no site da OAB. "Colocamos esse aviso em nosso site desde julho, para os advogados não serem surpresados. Vivemos uma era em a advocacia exige eficiência na gestão, e nossa missão é encontrar e avaliar saídas inteligentes, mais econômicas. O fim do carnê tem ainda uma questão ecológica, de economia de papel", explicou.
keyboard_arrow_up