Representação

TJES atende pleito da OAB-ES e anuncia força-tarefa para liberação de alvarás judiciais à advocacia



Nesta terça-feira (22/11) a Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Espírito Santo (OAB-ES), através de seu presidente José Carlos Rizk Filho, obteve uma importante conquista para a advocacia capixaba.

Atendendo o pleito da Ordem, o Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) vai realizar uma força-tarefa para a liberação de alvarás judiciais represados no órgão. O comunicado foi feito ao presidente Rizk Filho no TJES, momento que também contou com a presença do desembargador Pedro Feu Rosa.

O presidente da Ordem, Rizk Filho, solicitou no último dia 18/11, ao TJES, que na medida de suas possibilidades, seja realizada uma força tarefa, para que, em um verdadeiro mutirão e união de esforços, possa se realizar um trabalho imediato para a liberação de alvarás judiciais represados no órgão.

O ofício foi encaminhado ao desembargador presidente do TJES, Fábio Clem de Oliveira. No pedido, Rizk relata que há um grande número de alvarás a ser liberado para a advocacia do Espírito Santo, no âmbito de competência do Egrégio Tribunal de Justiça.

Rizk Filho ressalta a importância desta conquista: “Considerando o momento em que a advocacia espírito-santense passa, em especial após o período pandêmico; que o elevado número de alvarás representa um enorme volume financeiro, que é por direito destinado à advocacia; e que a proximidade do recesso forense, cujo último dia útil neste ano de 2022 se dará dia 16/12, a liberação de alvarás é essencial e representará um enorme alento à advocacia no encerramento das atividades deste ano de 2022”, garante.

Clique aqui e confira o Ofício na íntegra
keyboard_arrow_up