Parceria

Escola de Prerrogativas e Escola Penitenciária fecham acordo para capacitar policiais penais



A Escola de Prerrogativas da OAB-ES e a Escola Penitenciária do Espírito Santo (Epen) da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) fecharam acordo de cooperação técnica, para que policiais penais capixabas tenham aulas de prerrogativas da advocacia.

A assinatura aconteceu na última quinta-feira (28/10) na Epen, em Vitória. Para celebrar o acordo, estiveram presentes o secretário-geral adjunto da OAB-ES, Rodrigo Carlos de Souza; o diretor da Escola de Prerrogativas, Ben-Hur Farina; o coordenador da Escola de Prerrogativas da OAB-ES, Fabio Marçal, e o membro da Comissão de Prerrogativas, Diego Cavalcante.

A Escola de Prerrogativas irá participar dando aula em todos os cursos de capacitação e atualização dos servidores.

“Esta é mais uma conquista da OAB-ES em defesa da classe. Este acordo demonstra mais uma iniciativa da Ordem em defender as prerrogativas e levar qualidade para o exercício pleno da advocacia. Além de tudo, uma aproximação e o diálogo com instituições do Estado”, disse o coordenador da  Escola de Prerrogativas, Fábio Marçal.

O diretor da Escola Penitenciária do Espírito Santo (Epen), Sóstenes Araújo, falou sobre a importância dessa parceria.  “É muito importante que os policiais penais e os demais servidores do sistema penitenciário conheçam a fundo, não só as prerrogativas dos advogados, mas também os seus deveres e obrigações. Só assim haverá respeito mútuo”, pontuou.

“A escola exerce o papel fundamental de compor a formação de pessoas conscientes, críticas e comprometidas com a transformação de si mesmas e da sociedade”, finalizou Araújo.

Inaugurada neste ano de 2021, a Escola de Prerrogativas tem como objetivo contribuir para o aperfeiçoamento profissional com estudos teóricos e casos práticos do nosso dia a dia com base na legislação, desde as normas constitucionais e da Lei Federal nº 8906/94, até os demais diplomas infraconstitucionais que disciplinam a matéria.

 

keyboard_arrow_up